05 junho 2019

[RESENHA] Um Marido de Faz de Conta - Julia Quinn

Título: Um Marido de Faz de Conta
Autora: Julia Quinn
Páginas: 304
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580419221
Ano: 2019

Sinopse: Julia Quinn já vendeu 1 milhão de livros pela Editora Arqueiro.
Enquanto você dormia…
Depois de perder o pai e ficar sabendo que o irmão Thomas foi ferido durante uma batalha nas colônias, Cecilia Harcourt tem duas opções igualmente terríveis: se mudar para a casa de uma tia solteira ou se casar com um primo vigarista. Então ela cruza o Atlântico, determinada a cuidar de seu irmão pelo tempo que for necessário. Só que, após uma semana sem conseguir localizá-lo, ela acaba encontrando seu melhor amigo, o lindo oficial Edward Rokesby. Ele está inconsciente, precisando desesperadamente de cuidados, e Cecilia promete salvar a vida desse soldado, mesmo que para permanecer ao lado dele precise contar uma pequena mentira...Eu disse a todos que era sua esposa Quando Edward recobra a consciência, não entende nada. A pancada na cabeça o fez esquecer tudo que aconteceu nos últimos três meses, mas ele certamente se lembraria de ter se casado. Apesar de saber que Cecilia Harcourt é irmã de Thomas, eles nunca foram apresentados. Mas, já que todo mundo a trata como esposa dele, deve ser verdade. Quem dera fosse verdade…Cecilia coloca o próprio futuro em risco ao se entregar completamente ao homem que ama. Mas quando a verdade vem à tona, Edward talvez também tenha algumas surpresas para a nova Sra. Rokesby.


 
 Um Marido de Faz de Conta é a segundo volume da série dos irmãos Rokesby, entretanto não é necessário ler em ordem, já que se tratam de histórias distintas sobre os irmãos.

Diferente de muitas resenhas que vocês virão a ler, de pessoas que leram o primeiro volume Uma dama fora dos padrões, eu comecei lendo esse livro.Primeiramente quero destacar que a capa dele, é apaixonante, aliás dos outros livros da série já lançados, também. Arrisco falar que são as artes mais belas, de livros da Júlia.




Edward Rokesby, é um soldado que foi mandado de Londres aos Estados Unidos para lutar uma guerra. Cecília é uma jovem de família humilde que vive na Inglaterra sem muitas expectativas na vida. Enquanto Edward desbrava um mundo novo, Cecília vivia em casa cuidando do seu pai. O único elo entre os dois, é o irmão de Cecília, Thomas, que também era soldado e  melhor amigo de Edward.

Os irmãos trocavam correspondência constantemente, e Edward uma vez ou outra escrevia um trecho para Cecília. Embora a tivesse visto apenas em foto, ele sentia como se a conhecesse pessoalmente. O mesmo acontecia com ela.

Até que as correspondências de Thomas pararam de chegar, e ao invés disso Cecília recebeu uma carta do comandante avisando que seu irmão tinha sido ferido na guerra. Ela então já não tinha mais o pai para cuidar, e se vendo quase obrigada a casar com o primo que iria herdar os bens da família, na ausência de Thomas, resolveu cruzar o oceano atrás do irmão. Talvez já fosse tarde demais, porém não perdeu as esperanças de encontrá-lo com vida.


Chegando ao destino, não encontrou o irmão, mas encontra Edward ferido precisando de cuidados. Mas ela não poderia ficar cuidando do jovem soldado, a menos que inventasse uma pequena mentira...

Cecília então finge ser casada com ele, pelo menos até ele acordar e recobrar os sentidos. Mas a mentira se estende cada vez mais uma vez que Edward perdeu a memória quando foi ferido.

Quando você pensa que Júlia Quinn já escreveu de tudo, você não poderia estar mais enganado. É isso mesmo, um casamento de mentirinha. Como se trata de um romance, não podemos esperar nada menos do que um sentimento verdadeiro nascendo dessa pequena mentira.

De início a história foi arrastada, demora pra entrar num ritmo interessante. Apenas na metade do livro que consegui realmente me conectar com os personagens. Cheguei a pensar que não iria passar de 4 estrelas.

"- Se eu já tivesse sentido tudo aquilo que senti ao beijá-la, jamais teria permitido que o exército me mandasse para longe de você."


Ainda bem que eu estava enganada. Os personagens tem um crescimento incrível com o decorrer da narrativa, e quando vi já estava torcendo pra tudo terminar bem.

"Seus olhos ardiam em brasa. Ele não esperava que uma nuance tão pálida fosse capaz de conter tanto calor, mas então ele se lembrou: quanto mais quente o fogo, mais fria a cor de sua chama."

O final não deixa a desejar mas é daqueles finais que deixam um gostinho de quero mais sabe? Adoraria saber mais sobre o futuro dos personagens, espero que nós próximos livros da série, a autora escreva alguma coisa sobre Edward e Cecília. Mal posso esperar.

Avaliação: 

https://3.bp.blogspot.com/-n47tGlrRBCg/W6gnXNToTZI/AAAAAAAAGNs/etAFmCmXBs4dBeybLkVy1lC9dQfUjEQ2QCK4BGAYYCw/s200/5.png

Nenhum comentário:

Postar um comentário