[Resenha] Desejo Insaciável - Kresley Cole


Título: Desejo Insaciável
Título Original: A Hunger Like No Other
Autor: Kresley Cole
Páginas: 9788565859844
Editora: Valentina
ISBN: 352
Ano: 2016

Sinopse:  A lenda de um feroz lobisomem e uma encantadora vampira – improváveis almas gêmeas cuja paixão testará os limites da vida e da morte.
Um incansável guerreiro mítico. Nada o deterá até que possua a...
Depois de suportar anos a fio torturas constantes comandadas pela Horda dos vampiros, Lachlain MacRieve, líder do clã dos Lykae, fica enfurecido ao descobrir que sua parceira, há tanto tempo profetizada e pela qual espera há mais de um milênio, é uma vampira, assim como seus captores. Na verdade, Emmaline Troy é metade Valquíria, metade vampira. Jovem delicada e etérea que, com seu jeito todo especial de ser, é a única que pode suavizar a fúria que incendeia o faminto Lykae.
Uma vampira prisioneira de sua fantasia mais selvagem...
A doce Emmaline decide sair pelo mundo em busca da verdade sobre seus pais desaparecidos. Em Paris, um poderoso espécime Lykae a encontra, determina que ela será a sua parceira por toda a eternidade e a leva para o castelo escocês dos seus ancestrais. Lá, o pavor que Emmaline sente do Lykae – e da sua insaciável fome de prazer – faz com que ele inicie um lento e envolvente jogo de sedução e ela liberte suas mais sombrias fantasias.

Lista dos Desejos 2016 #6


Fiquei bastante tempo sem postar uma lista dos desejos e isso pode significar duas coisas: estou mais controlada no que desejo ou estou comprando tanto que nem dá tempo de entrar na lista. Acho que é mais a primeira que a segunda.

Mas vamos ao que interessa, mais cinco livros entram na minha lista por esses dias.

Nada Mais a Perder – Jojo Moyes
Na juventude, Henri Lachapelle foi um cavaleiro de raro talento, entre os poucos admitidos na academia de elite do hipismo francês, o Le Cadre Noir. Contudo, reviravoltas da vida o levaram da França a Londres, onde ele agora vive em um simples conjunto habitacional. Sem nunca abandonar o amor pela antiga carreira, aos trancos e barrancos Henri ensina a neta, Sarah, a montar o cavalo Boo, na esperança de que o talento da dupla seja o passaporte para uma vida melhor e mais digna para todos. Mas um grande golpe muda mais uma vez os planos de Henri Lachapelle, e Sarah se vê entregue à própria sorte, lutando para, além de sobreviver, cuidar de Boo e manter os treinamentos.
Natasha é uma advogada especializada em representar crianças e adolescentes envolvidos com crimes ou em situação de risco. Abalada emocionalmente e em dúvidas quanto a seu futuro profissional depois de um caso terrível, Natasha ainda tem de lidar com as feridas do fim de seu casamento. Um fim, diga-se de passagem, bem inusitado, já que ela se vê forçada a morar com o charmoso futuro ex-marido enquanto esperam a venda da casa da família.
Quando Sarah cruza o caminho de Natasha, a advogada vê na menina a oportunidade de colocar a vida de volta nos trilhos e decide abrigar a adolescente sob o próprio teto. O que ela não sabe é que Sarah guarda um grande segredo que lhes trará sérias consequências.

[Resenha] O Ar Que Ele Respira - Brittainy C. Cherry


Título: O Ar Que Ele Respira
Título Original: The Air He Breathes
Autora: Brittainy C. Cherry
Páginas: 308
Editora: Record
ISBN: 9788501075666
Ano: 2016

Sinopse: Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.

Leituras do Mês de Agosto (2016)


Eu sei que setembro está quase no fim, mas para falar de livros nunca é tarde. Tudo bem, inventei isso agora. :)

Mesmo assim não deixem de conferir quais foram as minhas leituras do mês de agosto, o vídeo está muito legar e rechecadíssimo.

[Resenha] Fique Com Alguém Que Não Tenha Dúvidas - Marina Barbieri


Título: Fique Com Alguém Que Não Tenha Dúvidas
Autor: Marina Barbieri
Páginas: 192
Editora: Única
ISBN: 9788567028866
Ano: 2016

Sinopse: Uma das maiores certezas da vida é que todo mundo vai sofrer por amor.
Desnecessário dizer que todo mundo já teve uma história amorosa que deu errado. E se ainda não teve, um dia vai ter. Mas por que isso acontece com tanta gente e com tanta frequência? Falta de sorte? Dificuldade em dialogar? Falta de leitura do outro? Nada disso. A verdade é uma só: quando desejamos muito uma pessoa, ignoramos todos os sinais, os aprendizados e a experiência que temos e insistimos cegamente, mesmo que as chances estejam contra nós.
Sim, a paixão nos faz crer nas desculpas mais esfarrapadas e a descrer nos avisos mais óbvios, e então nos boicotamos tentando acreditar na ilusão de que dessa vez vai ser diferente. Nunca é.
Marina Barbieri está há anos tentando impedir suas leitoras de se enganarem. Autora do Deu Ruim, um dos blogs sobre relacionamentos de maior sucesso no Brasil, Marina Barbieri fala neste livro sobre tudo aquilo que no fundo você já sabe, mas se recusa a assumir. Você vai conhecer personagens que provavelmente já deve ter encontrado, como o sr. Feito-Para-Casar, o sr. Distância e o sr. Problema, entre tantas outras figurinhas que estão perambulando por aí e vez ou outra atravessam a sua vida.
Prepare-se para alternar entre rir alto e chorar baixinho com crônicas da vida de todos nós quando se trata de amor (ou da falta dele). Marina Barbieri compartilha com seus leitores as roubadas amorosas da própria vida, mostrando que amar pode ser mais simples do que nós fazemos parecer.

Caixa de Correio - Agosto (2016)


Um dos vídeos que mais gosto de fazer são as caixas de correio. Em agosto, meti o pé na jaca e fiz umas comprinhas, olha que nem todas chegaram a tempo desse vídeo.

Teremos também a primeira unboxing do canal. Mas vamos ao que interessa, confiram os livros que chegaram aqui em agosto.

Promoção Renovando a Estante



Durante a Bienal do Livro de São Paulo 2016, fui quase que torturada todos os dias. Foram centenas, talvez milhares de fotos na minha timeline, sem conta que nesse ano até as editoras usaram e abusaram das mídias sociais.

Fiquei muito triste por não ter ido, mas afoguei a magoa nas comprinhas e está pensando que esqueci de vocês, nana, nina, não. A Natália, do Perdida na Biblioteca, convidou alguns blogs e canais para um sorteio especial para quem não foi a bienal. Tudo bem, para quem foi também.

[Resenha] Pensei Que Fosse Verdade - Huntley Fitzpetrick


Título: Pensei Que Fosse Verdade       
Título Original: What I Thought Was True
Autor: Huntley Fitzpetrick
Páginas: 336
Editora: Valentina             
ISBN: 9788558890069
Ano: 2016

Sinopse: Um passado a ser esquecido. Um presente nada promissor. Um futuro a ser conquistado.
“O PARAÍSO À BEIRA-MAR.”
“O SEGREDO MAIS BEM GUARDADO DA NOVA INGLATERRA.”
A ilha de Seashell, onde passei minha vida inteira, é tudo isso e muito mais. No entanto, a única coisa que eu quero é ir embora daqui.
Gwen Castle nunca quis tanto dizer adeus à sua ilha natal quanto agora: o verão em que o Maior Erro da Sua Vida, Cassidy Somers, aceita um emprego lá como faz-tudo. Ele é um garoto rico da cidade grande, e ela é filha de uma faxineira que trabalha para os veranistas da ilha. Gwen tem medo de que esse também venha a ser o seu destino, mas, justamente quando parece que ela nunca vai conseguir escapar do que aconteceu – ou da ilha –, o passado explode no presente, redefinindo os limites de sua vida. Emoções correm soltas e histórias secretas se desenrolam, enquanto Gwen passa um lindo e agitado verão lutando para conciliar o que pensou que fosse verdade – sobre o lugar onde vive, as pessoas que ama, e até ela mesma – com o que de fato é.