15 julho 2016

[Resenha] Nos Braços do Roqueiro - Terri Anne Browning


Título: Nos Braços do Roqueiro
Título Original: The Rocker Who Holds Me 
Autora: Terri Anni Browning
Páginas: 148
Editora: Bezz Editora
ISBN: 9788568695289

A infância de Emmie (Em) não foi uma das melhores, ela morava em um trailer com a mãe que se drogava e era espancada com frequência. Nik e Jesse, seus vizinhos, sempre eram os primeiros a acudi-la quando aparecia machucada pelas surras que levava. Mesmo sendo bem mais velhos que ela, os rapazes tinham medo de denunciar a mãe de Em e acabar fazendo com que as autoridades levassem a amiga para longe deles.

Agora eles cresceram e Emmie integra a equipe da banda Demon’s Wings, formada por Nik, Jesse, Drake e Shane. Eles sempre a tratam como um a irmã e por isso são cheios de ciúmes quando algum marmanjo começa a demostrar interesse por Em. Só que o que eles não sabem é que ela por muitos anos nutre um amor por Nik, vocalista da banda.
“- Se você conhecesse os caras que ela cuida diariamente, perceberia que está diante da versão agradável de mandona dela”. Pg. 54

Nos Braços do Roqueiro é um livro para se ler em um dia. Queria fazer uma leitura rápida, já que estava me enrolando com a estórias mais extensas e esse livro chegou em boa hora.

Nesta narrativa em primeira pessoa, vamos acompanhar Emmie , uma jovem de 21 anos que trabalha como uma espécie de faz tudo para a banda de rock Demon’s Wings. Ela ama o que faz e se sente grata por fazer parte da equipe, já que conhece os membros da banda desde que era pequena e foi “adotada” por eles quando sua mãe faleceu.

A banda está no ápice por isso estão sempre no fazendo um show atrás do outro e a muito tempo não tem férias, porém os planos agora é dar uma pausa e recarregar as energias. Só que nas vésperas da viagem Emmie passa mal e um amigo acaba levando-a ao hospital. Após semanas não se sentido bem, ela irá descobrir algo surpreendente.

Esse livro foi uma surpresa, primeiro por ter uma história bem curtinha e acredito que podemos considerá-la um conto ao invés de livro e segundo, pois eu esperava um enredo cheio de sexo e tal, porém se tivemos três foi muita. A narrativa é bem leve e fluida o que contribui para em poucas horas o livro seja lido.

Mas algumas coisas me incomodaram e MUITO. Primeiro foi o linguajar, não que umas palavras pesadas me assustem, porém a todo momento a protagonista se chama de cadela. Coisas do tipo: Hoje estou sendo uma cadela com você; Aquela cadela... Por tanta coisa que a Emmie passou com sua infância abusiva, espera que ela fosse uma mulher mais autoestima, que não se diminuísse ao ponto de chamar de cadela todo tempo.

Outra questão foi o “problema” de saúde da Em. Sei que o ocorrido pode vir a acontecer na vida real, porém achei que foi colocado de uma forma fantasiosa demais.

Se está esperando um enredo mirabolante, cheio de reviravoltas e com uma grande história, esse não é o livro. Adorei a leitura para intercalar entre algo as leituras mais densas e mais ainda pelo sexo não ter sido o pano de fundo do enredo. A diagramação do livro é simples, apenas a capa do livro é repetida antes do início de cada capitulo, revisão quase perfeita, só encontrei um erro que foi tão insignificante que nem marquei qual foi.

Avaliação:

13 comentários:

  1. Olá!
    Não conhecia o livro e sinceramente após sua resenha não fiquei com muita vontade de ler não. Parece ser um daqueles livros que não faz muita diferença na nossas vidas. Não sei o que a protagonista passou, mas quem por mais que esteja com a auto-estima baixa, se chama de cadela? Achei forçado demais.
    Nunca digo nunca, mas não tenho interesse nenhum em ler.
    Obrigada por comentar sobre, a sinopse engana um pouco. rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu gostei da premissa do livro, e achei melhor ainda que dá para ler em apenas um dia, também estou precisando de leituras assim. Acho que esta questão do linguajar é justamente por ela ter crescido dessa maneira, já vi vários casos de meninas que agiam assim consigo por causa de tudo o que já passou. Mas mesmo assim gostaria de ler.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá Thiana,
    Adorei a sua resenha e a sua sinceridade. Confesso que apenas por ler sua resenha, já percebi que o linguajar não vai me agradar nada nada. Outra coisa que não me agradou é o fato de o problema de saúde da protagonista ter sido forçada.
    Enfim, esse livro não é pra mim, definitivamente.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  4. Oi Thiana, tudo bem?
    Nos Braços do Rockeiro pelo que percebi na sua resenha é um desses livros que a gente ler em uma sentada e o enredo me lembra alguns filmes. Eu também me incomodo com o linguajar em alguns livros e acho que esse ponto eu ficaria incomodada com a leitura, mas por ser uma leitura rápida e mais leve acredito que eu até deixaria passar. Vou anotar a dica aqui, quando estiver procurando uma leitura despretensiosa provavelmente o encaixarei na minha lista.
    Beijos,
    Um Rascunho a Mais

    ResponderExcluir
  5. Oie, gostei do enredo mas os probleminhas que você mencionou de o problema de saúde da protagonista ser bem fantasioso e ela ficar se chamando de várias palavras não boas. Mas gostei de saber que não é um livro cheio de sexo e confesso que eu imaginava justamente isso. A princípio não leria, mas como você disse que é um bom livro para ler em um dia quem sabe se eu me deparar com ele por aí eu leia.

    ResponderExcluir
  6. Achei que a história parece legal mas ela se chamar de cadela não curti mesmo, mesmo ela tendo a infância que teve. Acho que não precisava a autora usar este tipo de coisa, mesmo a história sendo curta e poderia ter utilizado em algo mais legal. Mas gostei da premissa da banda,.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Pela capa eu também achei que o livro fosse ter uma pegada mais erótica, mas fico feliz em saber que as cenas hots são poucas...hehe' Gostei da premissa dele, apesar de imaginar que vou me irritar com essa proteção toda dos rapazes em relação à Emmie, mas saber que o livro te decepcionou tanto me desanimou. Odeio personagens que se inferiorizam desse jeito, então já não gostei da Emmie, e eu esperava que o livro tivesse pelo menos algumas reviravoltas..hehe'
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, confesso que não conhecia muito sobre o livro e gostei do que vi. Apesar de ter um tema pesado que retrata violência gosto dessa amizade existente. Fiquei curiosa sobre o que ela descobre no hospital, o que será? Acho que é exatamente a leitura que estou precisando nesse momento, com romance e rápida! Definitivamente adicionada a lista.
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  9. Hey!
    Resenhas sinceras é o que o mundo precisa. É realmente difícil encontrar opiniões realmente honestas sobre os livros e isso ajuda muito na hora da compra. Eu não conhecia o livro, e sinceramente, não tive a menor vontade de lê-lo pelo que você falou. Não gosto muito de histórias que não fazem muito sentido e que coisas são inseridas apenas pra dar uma sensação de falsa emoção. Pelo resumo, tinha tudo para dar certo, mesmo que realmente passe a impressão de ser um romance erótico. De qualquer forma, foi bom ver uma boa opinião. Continue assim.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Thiana, adorei sua resenha! Gostei do fato de você ser direta e ao mesmo tempo, não entregar a história. Faz um tempinho que li este livro, e ele não me agradou. Realmente, é uma história para se ler rapidamente e não se deve esperar grandes coisas dela. Achei a Emmie sem muitas atitudes, como você mesmo disse, ela passou por tanta coisa na vida, e mesmo pertencendo a um lugar agora, com pessoas que a amam, ela continua engolindo muito sapo por causa do amor que sente por Nik em segredo.

    Beijos,
    Dai | Blog Virando a Página

    ResponderExcluir
  11. Olá!!!
    Já tinha ouvido falar desse livros mas sua resenha foi a primeira que eu vi,e nunca tinha despertado meu interesse em procurar saber mais sobre a estória pra ler,e me surpreendi por ter me interessado e saber mais sobre Em,Nik e Jesse e sobre esse mistério sobre a doença dela e principalmente por ser um livro bem curto.
    Apesar de vc ter dado pouquinhas estrelas vou coloca-lo na minha lista mesmo assim :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/07/resenha-seducao-da-seda-loretta-chase.html#comment-form

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?
    Sabe que eu não conhecia esse livro ainda e para ser sincera não chamou minha atenção, não é um gênero que me agrada e um livro que eu passaria na frente dos outros para ler. Uma pena que você se decepcionou com o livro, é muito ruim quando esperamos algo bom e não gostamos, né? Então eu não leria ele ainda, mas talvez um dia daria uma chance.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Thiana!
    Já li esse livro e gostei bastante. Sempre gosto muito de romances que envolvem bandas de rock ou que envolva música em geral, esse foi um que me conquistou. É uma leitura rápida e leve! :)

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir