10 janeiro 2017

[Resenha] Uma Chama Entre as Cinzas - Sabaa Tahir


Título:  Uma Chama Entre as Cinzas
Título Original: A Ember In The Ashes
Autora: Sabaa Tahir
Páginas: 432
Editora: Verus
ISBN: 9788576863502
Ano:  2015

Sinopse: Laia é uma escrava. Elias é um soldado. Nenhum dos dois é livre. No Império Marcial, a resposta para o desacato é a morte. Aqueles que não dão o próprio sangue pelo imperador arriscam perder as pessoas que amam e tudo que lhes é mais caro. É neste mundo brutal que Laia vive com os avós e o irmão mais velho. Eles não desafiam o Império, pois já viram o que acontece com quem se atreve a isso. Mas, quando o irmão de Laia é preso acusado de traição, ela é forçada a tomar uma atitude. Em troca da ajuda de rebeldes que prometem resgatar seu irmão, ela vai arriscar a própria vida para agir como espiã dentro da academia militar do Império. Ali, Laia conhece Elias, o melhor soldado da academia — e, secretamente, o mais relutante. O que Elias mais quer é se libertar da tirania que vem sendo treinado para aplicar. Logo ele e Laia percebem que a vida de ambos está interligada — e que suas escolhas podem mudar para sempre o destino do próprio Império.

Uma Chama Ente as Cinzas já tinha chamado a minha atenção em 2015, quando foi lançado, mas foi apenas em 2016 que realmente resolvi comprar o livro. Tudo isso motivado por dois livros que me reapresentaram aos livros de fantasia, Corte de Espinhos e Rosas e The Kiss Of Deception.

O livro nos apresenta dois personagens extremamente diferentes, mas que vivem respectivamente uma vida de submissão ao Império Marcial. Laia é uma erudita, que mora com os avós e o irmão Darin, porém após uma batida do Império em que seus avós foram mortos e o irmão levado peso, sua única esperança é encontra ajuda na Resistência.

Mas essa ajuda não será dada de mão beijada. Por mais que seus pais tenham feito parte dela e desempenhado um papel importante por lá, para conseguir essa ajuda Lia aceitar ser  uma escrava e servir a Comandante de Blackcliff, local onde os soldados do Império, os Máscaras, são treinados desde crianças. 

Elias cresceu vendo de perto a violência, mas gosta daquele ambiente. Ele não quer ser submisso ao império, não quer matar porque seus superiores exigem isso dele. Apesar de toda essa aversão, Elias esconde isso muito bem. O único indício de que há algo errado e que pode gerar a desconfiança dos outros é sua máscara.  
“O pátio ficou em silêncio. Sozinho ali, encaro a poça de sague onde antes havia um garoto, gelado por saber que, se eu não tomar cuidado, vou acabar exatamente como ele.” Pg. 38

Quando chegam em uma determinada fase do treinamento, os jovens recebem uma máscara que com o uso irá aderir a sua face, porém a de Elias não está se fixando. Claro que isso é causada por uma ajudinha do próprio, como planeja fugir ter a prova de seu crime no rosto não é um dos melhores acessórios. Mas nas vésperas de sua fuga, um adivinho chega trazendo informações e decisões que mudará completamente o destino dele.

Com um forte clima de Roma Antiga misturado com um universo de fantasia, Uma Chama Entre as Cinzas foi muito melhor do que o imaginado pelas minhas expectativas. Narrado em capítulos alternados entre Laia e Elias, conhecemos duas formas de escravização e o desejo de liberdade.

Achei que o livro teria um desenvolvimento lento e que poderia até ser tedioso, mas olha a doce surpresa de me deparar com uma narrativa eletrizante e cheia de mistérios que não me deixaram desgrudar do livro. Sabaa Tahir construiu uma história extremamente viciante, onde a cada página nos cativamos não só pelos protagonistas, mas também pelos coadjuvantes. E claro que também nos faz odiar MUITO os vilões.

A Comandante de Blackcliff é a pior vilã com quem me deparei. Ela é extremamente sanguinária, sem um pingo de piedade ou sentimentos e seus escravos sentem isso na pele. Já Elias além de lhe dar com a comandante ainda tem um outro inimigo direto, Marcus, que também é um dos “colegas” de seus treinamentos. Ele dá muita dor de cabeça aos nossos protagonistas.

Ainda entre os personagens secundários somos apresentados a Helena, a única aspirante Máscara mulher, da turma de Elias. Ela terá uma participação bem ativa na história, assim como Keenan (membro da Resistência) e duas outras escravas da comandante com que Laia divide as tarefas. Não citar o nome dessas duas últimas é proposital, já que escravos não devem ter nomes e vamos demorar a descobrir o de uma delas.
“- Eles vão usar você. – Suas mãos tremem e ela agarra à bancada.
Suas últimas palavras saem quase sem folego: - Eles tomam...tomam...tomam. E então... então... eles te jogam aos lobos, Eu avisei, Lembre-se. Eu avisei.” Pg. 198

Quando li a sinopse pensei logo que rolaria algo entre a Laia e o Elias. Mas minha gente, que cansaço mental esses dois me deram. Se você não curte triângulo amorosos preparem-se pois eu nem sei mais que forma geométrica o plot romântico dessa história tem.  Eu já montei meus casais, mas já vi que vai dá merda e não vai ser nada como eu quero. Apesar dessa confusão romântica, gostei muito de como as coisas se desenvolveram nesse campo.

Eu venho considerando Uma Chama Entre as Cinza, uma fantasia, porém as influências de distopias são muito fortes, já que o enredo gira em torno de uma classe dominante e que oprimiu e escravizou outras, além também de existir um movimento contrario a isso. Porém o elemento fantasioso é forte e acredito que ainda será muito desenvolvido na série.

A história é repleta de ação, sangue, medos e principalmente de heróis que não são completamente perfeitos. Esse é um dos pontos que mais curtir Laia é uma garota medrosa, mas que a necessidade faz como que a personagem amadureça por extinto de sobrevivência. O Elias é o cara perfeito aos olhos de todos, mas tão inseguro e revoltado por ter que abaixar a cabeça em troca de manter sua vida a salvo. E Helena (sim, vou citar ela, pois amei essa personagem) uma completa guerreira destemida, mas que no fundo vamos percebendo que também tem sentimentos que a tornam uma mulher mais normal do que pensamos.

Eu poderia ficar escrevendo horas sobre esse livro e ao final parecer que enrolei mais do que falei, mas essa é uma história tão incrível que me sentiria uma boca grande falando algo além do que já disse. As surpresas que esse livro trouxe me deixaram em tantas partes surpreendidas e a escrita da Tahir é tão realista que é tão fácil imaginar e ver acontecer toda a narrativa.

O enredo deixa muitos ganchos para a sequência e gente depois desse final eu estou mais louca de ansiedade do que estou pela sequência de Corte de Névoa e Fúria, da Sarah J. Maas. Por sinal acho que as duas autoras conseguiram criara histórias realmente únicas e inovadoras, bem diferentes uma da outra, mas que desperta no leitor os mesmos sentimentos.

Uma Chama Entre as Cinzas já teve seus direitos de filmagem vendidos, agora é rezar para uma boas almas começarem a trabalhar no roteiro dele.

Avaliação:


30 comentários:

  1. Eu não sabia que teve seus direitos de filmagem vendidos, que coisa ótima! Essa foi uma leitura gostosa que fiz em 2016 e que me abriu portas para um genero que eu desconhecia, e comecei muito bem!

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    Até o momento eu não tinha dado a devida atenção a esse livro, mas você abordou pontos que despertaram meu interesse.
    Bom saber que apesar do desenvolvimento lento a história é eletrizante, assim no desanimo.
    Outro ponto que gostei refere-se aos personagens secundários que também são bem elaborados.
    E pra fechar fiquei mega curiosa quanto a forma geométrica da parte romântica desse enredo rsrsrs.

    Beijos e até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro. Eu também já fiz essa leitura e particularmente adorei a narrativa, foi uma boa surpresa e recomendo bastante a leitura, é muito envolvente e carismático né?!. Suas impressões refletem bem as minhas próprias e que bom que curtiu a leitura!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  4. Não sou muito fã desse gênero para leitura, mas adoro no cinema! (Vai entender?!) Vou esperar pra ver nas telas do cinema! Obrigada pela dica!
    bjos
    www.causoseprosas.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Eu já conhecia a obra e tenho muita curiosidade em ler também, mas as oportunidades não chegaram até agora kkk. Amo essa capa e a proposta do livro é bem bacana. Fico feliz que tenha amado a obra, e um fato que mais me deixou curioso foi ter vários ganchos para a sequência, isso mostra que a história pode se desenrolar e muito bem. Li uma trilogia que pra mim bastava apenas um livro rsrs, muitos fatos desnecessário e só enchecao de linguiça. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir

  6. Uau!
    Muito bom quando uma leitura nos encanta e muitas vezes temos dificuldades em colocar em palavras pra que todo mundo sinta aquilo que sentimos ao lê-la.
    Adorei sua resenha e aguçou muito minha curiosidade para conhecer a obra e mais sobre o autor que até então não conhecia.
    Obrigada pela dica!
    Beijos!

    https://bookobsessionresenhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oie! Tudo bem? Eu não conhecia o livro, mas enquanto lia sua resenha já adicionei ele na minha lista de desejados do Skoob, e esperamos mesmo que alguma alma boa comece as filmagens e que os atores fechem com a descrição dos personagens! E acho que não vou gostar nenhum pouco da Comandante de Blackcliff se eu achava a Alma Coin uma vilão terrível, aparentemente essa venceu ela! ótima resenha!
    Bjss

    ResponderExcluir
  8. Oi Thiana, tudo bem?
    Faz um bom tempo que estou bem curiosa para conferir esse livro, já que além de você, vi muitas pessoas adorando a história. Só achei meio estranho ter uma confusão ao que se refere ao romance, mas acredito que a autora deve ter feito isso de uma forma convincente. Adoro personagens que se envolvem e fazem parte de vidas diferentes, ainda que um deles não demonstre isso. Espero muito ler o livro em breve e gostar como você, me parece ser uma história incrível e espero que a sequência chegue logo.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  9. Oi gatona,
    Eu não sou de ler muita fantasia, mas esse livro me deixou um pouco curiosa. Você falou que tem bastante ação e isso me prende bastante na leitura, então acho que vou encara.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Não sabia que este livro era de fantasia e nem que os direitos haviam sido vendidos. Interessante a proposta.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá!!
    A capa é show! Não conhecia essa autora, ela é o que árabe? rsrs
    Quanto a história parece ser interessante, mas fico com um pé atrás da orelha rsrs
    Agora o filme eu assistiria, amo filmes assim, mas na literatura sou muito seletivo!

    Abraços

    ResponderExcluir
  12. Olá Thiana,
    É tão legal quando poderíamos falar de um livro por várias e várias horas sem nos cansarmos. Diferente de você nunca tive a impressão que esse livro seria mais lento, sempre pensei que seria eletrizante, como, de fato, o é.
    Fiquei mega curiosa para saber o que eu vou achar desse livro.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  13. Oie...
    Adorei sua resenha!
    O livro parece ser bastante interessante e repleto de ação, mas, como não curto o gênero não é uma leitura que me desperta o interesse.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia! Mas já me interessei. Duas pessoas diferentes mas ligados por uma situação, além da proposta ser diferente do que estou acostumada a ler. Vou procurar ler!
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Oieee, eu gostei bastane do livro apesar de que eu esperava mais, apenas por que eu fui no hype, todo mundo comentando, tinha acabado de ler Rainha das sombras (trono de vidro) e imaginava que seria tão bom quanto... o livro é bem diferente, espero a continuação!

    Bj

    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oiee, tudo bem? Não sabia que esse livro iria virar filme! Que legal! Eu tenho muuuita curiosidade para ler, e sua resenha só me deixou mais empolgada, mas no momento estou fugindo de novas series... De qualquer forma, irei ler sim, e espero que ainda esse ano. Acho que vou gostar! Sua resenha ficou ótima <3
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oi, preciso dizer que não sou fã desse tipo de história e por isso que apesar de já ter visto ele em diversos locais eu nunca senti vontade de ler. Realmente tem uma história complicada e bem desenvolvida, que mostra todo essa questão da escravidão e de que mesmo com medo a protagonista faz o que tem que fazer. Odiei o fato de que nem é um triangulo amoroso - o que eu ja odeio - e sim bem mais, já me deu até preguiça. Fico feliz que tenha gostado, mas definitivamente essa não é uma obra para mim e espero do fundo do coração que os seus casais se realizem!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  18. É um pouco diferente do que eu imaginava e confesso que apesar de parecer uma leitura muito boa, o fato da - figura geométrica aqui - amoroso ser meio estranho não me agradou. Talvez depois eu tente ler.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  19. Li esse livro assim que foi lançado e amei demais... Imagina minha agonia pela continuação que ainda não veio... Rs... é realmente extremamente viciante e eletrizante, amei alguns personagens e odiei outros. Não tenho nem palavras pra dizer o que eu penso dessa comandante. Achei muito louco isso da máscara que vai aderindo à face. Normalmente eu odeio triângulos ou qualquer tipo de forma geométrica amorosa, mas o livro tem tantos elementos importantes que isso nem chegou a me incomodar.

    ResponderExcluir
  20. Oi.
    Eu ainda não tinha ouvido falar sobre o livro, mas é exatamente o gênero que mais gosto. Mas que, infelizmente, não tenho lido muito ultimamente. Simplesmente porque em livros assim não consigo me controlar e parar de ler a hora que quiser, e realmente preciso estudar.
    Mas é uma ótima dica. Adorei o fato de os personagens não serem perfeitinhos e de a parte romântica não ser tão bem definida e nem previsível.
    Pretendo ler assim que puder.

    ResponderExcluir
  21. Você tocou em um assunto que não sei diferenciar. É uma fantasia com.elementos de distopia, mas qual a diferença entre eles? Confesso que me confundo muito com isso. Bela resenha. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cat,
      Então fantasia é quando leva mais para o lado dos elementos mágicos, seres sobrenaturais. Já a distopia é quando há uma grupo/pessoa que estão lutando contra uma ideologia imposta a sociedade. No caso desse livro temos o Império que dominou e escravizou, mas um grupo luta para a derrubada desse poder. Na fantasia geralmente é só um conflito entre pessoas ou grupo, que não afeta a organização social como um todo.

      Bjs.

      Excluir
  22. Olá,

    Li esse livro há um tempinho já e ao ver sua resenha, bateu uma nostalgia e ansiedade pelo segundo livro, que ta demorando demais haha. Como você, gostei muito da construção da história,adorei os cenários, o romance que é muito lindo meu deus e claro de toda premissa, que é ousada e diferente. Acho que vou acabar fazendo uma releitura, de tanto que gostei dessa obra.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Embora eu já tivesse visto a capa desse livro por aí acho que até então eu não tinha lido nada a respeito dele. Fiwiei feliz em saber que o começo não é arrastado porque última não estou tendo muita sorte com livros do gênero.
    Adorei saber que ele também tem uma pegada de distopia que eu amo tanto.
    Dica anotada
    BJ

    ResponderExcluir
  24. Você falou duas palavras que me fariam pular de cabeça nesta leitura: ação e Sangue..rs. sou meio sanguinário e adoro essas histórias que são tensas e com momentos tão fortes. Você conseguiu me deixar bastante curioso por este livro e preciso urgentemente de uma história assim para sair da mesmice.

    ResponderExcluir
  25. Tenho muita vontade de ler esse livro, a capa é maravilhosa! Não tinha visto a sinopse, admito... mas ela já me encantou, adoro Fantasia!

    Com seus elogios à trama, fiquei com ainda mais vontade de conhecer essa obra! Também tenho o Corte de névoa e fúria, mas ainda não o li... Estou ansiosa para ler os dois agora!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  26. Oie
    Tudo bom?
    Vi sua empolgação na resenha, imagino o quanto deve ter sido não a sua leitura, eu até gosto de fantasia, mas a mistura que a autora fez não me agradou. Não sei se leria, quem sabe um dia de a oportunidade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Oiee Thiana ^^
    Eu não sou muito fã de histórias com um quê de fantasia no meio, mas tenho tanta curiosidade de ler esse livro... Menina do céu! E eu só vejo coisas boas a respeito, o que não ajuda em nada a manter minha curiosidade no lugar...haha'
    Fico muito feliz em saber que você gostou tanto deste livro, espero ser tão surpreendida pela história como você foi :)
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  28. Qual é o motivo desses autores gostarem de um triângulo amoroso, minha gente! Não aguento com isso!
    A história parece ser muito boa, com toda essa narrativa que nos deixa no limite, cheio de ação e mistério em uma das leitura eletrizante. Não sei o que faço, sério! Realmente não sei. Hahaha
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  29. Essa é a primeira vez que ouço falar desse livro, mas já estou intrigada. A história parecia ser bem clichê, mas depois de todos os elementos que você apresentou, os personagens bem elaborados, o tom de fantasia misturado com distopia e a sua empolgação só me leva a crer que esse vai ser um livro que vai me surpreender.
    Sim, porque depois dessa resenha não tem como deixar de ler. Gostei bastante de conferir suas impressões, a propósito.
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir